De que Côr é...


De que côr é o Amor?

Vermelho sangue? Vermelho vida?
e a côr da Paixão não correspondida?

De que côr é o som?
De que côr se pinta um tom?

Um tom macio será amarelo?... Branco?
Um verde claro... ou azul bebé?

Talvez não tanto...

De que côr é o sopro?
Preto... castanho... cinzento?

Não encontro na palete a côr do vento!

Da brisa, da maré... da alma, do perdão...

A côr das cores,
da chuva...
do sim,
do não.

A côr dos porquês
A côr das certezas,
A côr do talvez.
A côr do incolor

da felicidade,
da alegria,
da frustração,
da dor...

Afinal de contas:

De que côr é o amor?

3 comentários:

JonnySnakeSeven disse...

Muito bom este poema... bem melhor do que o aclamado Fernando Pessoa que escreve muito mas não se percebe nada xD.

Jeremias25 disse...

lol... obrigado por essa comparação a Pessoa... :) um tanto ou quanto exagerada... Pessoa é um mestre...

Anónimo disse...

outro bom poema, não entanto gostei mais do clausura

Psipunisher